O trekking no Monte Roraima – Uma visão geral

3830

O Trekking no Monte Roraima não é para qualquer pessoa, mas qualquer pessoa com vontade pode encarar o trekking, entende? Vamos lá, vou ser mais claro: O Monte Roraima é um lugar para apaixonados por montanhas, por trekking, pela natureza e principalmente pra quem – em algum momento – se apaixonou por lá. Ir por ir não dá, com o Monte Roraima não funciona desse jeito.

O condicionamento físico em perfeito estado faz um diferencial danado, por isso é importante estar condicionado e mentalmente preparado para a expedição, já que é um trekking de no mínimo 06 dias.

 

O trajeto

Embora esteja na Amazônia, o trekking para o Monte Roraima é bem autoguiado, a trilha é bastante intuitiva e demarcada. Praticamente por todo o trajeto a vegetação de campo e cerrado acompanha o trilheiro, não tem segredo! Por conta dessa vegetação, não é raro encontrar rastros de queimadas pelo caminho, principalmente no primeiro dia de trilha.

trajeto-monte-roraima

Durante o percurso vai existir apenas um trecho no meio da mata, que acontece no 3º dia, no momento da subida. São apenas 4 km, mas de intensa ascensão, cercada pela verdadeira Floresta Amazônica.

É possível coletar água diversas vezes durante o trekking, o que dá uma sensação incrível, há sempre um rio para abastecer a garrafa e refrescar a cabeça. Pelo fato da trilha ser bem demarcada, é possível afastar-se do guia e vivenciar momentos de solidão, de silêncio e introspecção. Essa é a melhor parte!

 

O topo

Ao contrário do que muitos imaginam, o topo do Monte Roraima não é plano. Pedras das mais variadas formas roubam a atenção na cúpula do Tepuí. Os formatos das rochas chegam até a desafiar a gravidade, sem exagero. O chão é da cor preta e os rastros “esbranquiçados” das rochas denunciam o caminho dos trilheiros.

topo-monte-roraima-03

Em meio ao piso maciço, existem algumas valas, onde nascem plantas, gramíneas e até pequenos arbustos. Não falta água no topo do Monte Roraima, há diversas fontes para o abastecimento e até locais próprios para o banho.

 

A quilometragem

Digo logo: serão aproximadamente 86 km de caminhada durante todo o trekking no Monte Roraima.

1 º dia | 12 km – De Paraitepuy ao Rio Tek

2º dia | 10 km – Rio Tek ao Acampamento Base

3º dia | 04 km – Acampamento Base ao topo do Monte Roraima

4º dia | 11 km – Acampamento Principal ao Acampamento Quati

5º dia | 08 km – Acampamento Quati ao Lago Gladys (ida e volta)

6º dia | 11 km – Acampamento Quati ao Acampamento Índio (ou qualquer outro próximo da região inicial)

7 e 8º dia | 26 km – Descida do Topo até Paraitepuy

Aproximadamente + 4 km de caminhada livre no topo do Monte Roraima. Total 86 km.

 

posts-roraima

Saiba mais sobre o Monte Roraima. Veja o índice!



Rafael Kosoniscs tem 32 anos, é paulista, publicitário, guia de turismo, blogueiro e estudante de jornalismo. É viciado em viagens de mochilão — seja em cidades ou em meio à natureza. Tem o montanhismo como paixão, sonha em dar a volta ao mundo e escrever um livro.


29 comentários em “O trekking no Monte Roraima – Uma visão geral

  1. Rafael Sgari

    Beleza Rafael? Queria detalhes sobre os 4km do acampamento base até o topo do Monte Roraima. Subida é muito ingrime? Já fiz a Trilha Inca e passei muito mal em função do Mal da Montanha. Saberia comparar essa subida com os 2 primeiros dias da trilha Inca?

    Abraço.
    Rafael Sgari

    Reply
    1. Rafael Kosoniscs Post author

      Olá Rafael, tudo bem?
      A subida é relativamente tranquila. Não há dificuldade em relação à altitude e nem de perigo com os barrancos. Existe apenas uma pequena escalaminahda, mas é super tranquila de se fazer e é um trecho pequeno. O que dificulta mesmo é a resistência que esse trecho exige, mas é só ir tranquilo e fazer as paradas quando sentir necessidade. Vai na boa, curtindo a paisagem, tirando fotos… não é uma tortura, acredite. Espero ter ajudado. Abs

      Reply
  2. marco

    Oi Rafael,
    Parabens pelo site. Muita boa sua informação. Uma pergunta. Há como fazer a passeio em menos tempo — ex. chegar mais perto do topo via transporte e diminuir os dias da caminhada?? Eu não terei 6 dias para fazer este passeio até o topo. Entendeu?
    Agradeço pela informação,

    Marco

    Reply
    1. Rafael Kosoniscs Post author

      Olá, Marco. Não tem como, a não ser que você vá até o topo de helicóptero. Sinceramente acho que a magia do lugar é a caminhada e a conquista. Não vejo propósito de chegar ao topo sem nenhum esforço, fora isso, o trekking é necessário.

      Reply
  3. Marco

    Rafael,
    Grato pela informação.
    Farei a viagem durante o última mês de agosto. Portanto, gostaria de saber se o uso de botas impermeáveis serão necessárias? Grato, Marco.

    Reply
    1. Rafael Kosoniscs Post author

      Marco, uma bota impermeável não vai fazer grande diferença, mas pode ser interessante, já que o clima é bastante úmido. Porém ir com uma bota normal não vai te fazer passar perrengue, entendeu? Independente da bota que escolher, não se esqueça de ir com ela amaciada, jamais utilize-a somente durante a viagem. Comece amaciando agora!

      Reply
  4. andrek2pira

    Bom Dia, Rafael.

    Gostaria de saber se da para fazer o trekking sem guia, os acampamentos tem que marcar, data, quais os contatos que devo fazer antes de ir, obrigado.

    Reply
    1. Rafael Kosoniscs Post author

      Olá André, suas respostas estão no guia: http://www.seumochilao.com.br/monte-roraima/ (post-índice)
      Não é possível ir sozinho. A região faz parte de uma reserva indígena, sendo um parque protegido pelo governo venezuelano. Aborte a ideia de fazer sem guia, independente da experiência que tiver, não tem como. Sobre o carro, você terá que deixar em algum lugar em Santa Elena de Uairén. Nesse post você vai ter mais informações: http://www.seumochilao.com.br/quantos-dias-monte-roraima-e-qual-agencia-contratar/ Um abraço!

      Reply
  5. Gilmar

    Olá Rafael. Muito bacana o material produzido por você sobre o Monte Roraima. Sem duvida é o mais completo e com muito conteúdo sobre a historia, a cultura e a diversidade do lugar. Parabéns por compartilhar com os amantes do montanhismo. Um abraço e obrigado!!

    Reply
  6. Rafael

    Olá xará!!
    Muito bom seu texto e as informações sobre o Monte Roraima!
    Agora no começo de Dezembro irei realizar esse sonho!
    Minha dúvida é: o pessoal da equipe (guias etc) disponibilizam as barracas para acampamento ou temos que levar nossa própria? Os carregadores levam nossas mochilas?
    Obrigado por compartilhar as informações!!

    Abraço!

    Rafael

    Reply
      1. Vânia Ribeiro Ferreira

        Olá Rafael, sobre o tamanho da mochila, pelo video vi que vocês estavam com mochilas pequenas. Vocês contrataram carregadores para levar os seus pertences???…Eu vou no final de dezembro com dois amigos, e a empresa que contratamos disse que eles carregam todos os itens de cozinhas, comida e barraca, e que nós precisaremos levar além das nossas roupas, saco de dormir e isolantes. Pela sua experiência no Monte Roraima, você acha necessário contratarmos um carregador extra??

      2. Rafael Kosoniscs Post author

        Olá, Vânia. Difícil te dizer. Então, vai depender se você vai ou não utilizar carregadores. Vai alugar os equipos por lá? Caso você escolha levar tudo de forma independente, barraca, saco de dormir, roupa e etc, vá com uma de 50/60 litros. Caso contrate serviço da agência, uma mochila de 35/40 é o suficiente, que servirá também de ataque. Contratar carregador vai te deixar mais livre, evidentemente. Uns gostam de ir com todo o peso, outros preferem ir apenas com uma mochila de ataque. Todos conseguem subir.

  7. Flavia Cardoso

    Olá, Rafael!!
    Ainda estou decidindo sobre esse destino mas o seu texto foi muito animador!!
    Nossa viagem está prevista para segunda quinzena de novembro. Sabe dizer como costuma ficar o clima por lá nesse período? Obrigada

    Reply
  8. Caio César

    Fala aí Rafael, tudo certo? Primeiro parabenizar pelo material. Estou me programando para subir o Roraima ano que vem, quero registrar cada momento da expedição. Gostaria de saber se em algum ponto do monte haverá uma espécie de base para uma possível recarga da câmera fotográfica ou se eu terei levar algumas baterias reservas?
    Grato!

    Reply
  9. Zé Rogério Magalhães

    Olá Rafael, parabéns pelo site, muito bom! Estou pensando em fazer a jornada ao Monte Roraima e tenho uma dúvida: Há alguma dificuldade em fazer a caminhada de bermuda? Detesto andar de calça, obrigado.

    Reply
  10. Louis

    Boa tarde,
    Parabéns pelo texto! Gostaria de saber se existem pontos para comprar comida ou para fazer uma refeição?
    Obrigado abraço

    Reply
  11. Ranielson

    olá Rafael, estou interessado em visitar o Monte Roraima e queria saber se tem alguma agência que possa me indicar.

    Reply
  12. Luciane

    Olá Rafael
    Como não podia deixar de falar, parabéns pelo seu post e também pela sua disposição em tirar dúvidas das mais diversas. Sou trilheira de primeira viagem! Fiz a trilha para Machu Picchu este mês e me encantei. Quero conhecer tantos lugares quanto possível, onde possa fazer longas caminhadas na Natureza. Como não sou mais tão jovem, quero fazer as mais difíceis primeiro enquanto ainda tenho condições e meu próximo destino talvez seja o Monte Roraima. Gostaria de saber se o turismo no Monte é bastante explorado ou ainda é um lugar que se pode curtir a Natureza sem aglomerações. E também se existe algum tipo de ponto de apoio no percurso, caso alguém passe mal na trilha ou coisa assim. Banheiro (casinha, cortininhas) no acampamento…, nem pensar?!
    Obrigada
    Um beijo
    Lu

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *