Por que viajar sozinho? Motivos para cair na estrada

20074

Viajar sozinho, para nós brasileiros, só quando o amigo dá bolo, quando o namoro termina com as passagens já compradas ou por motivos de trabalho. Mas de férias, com tudo planejado, por livre e espontânea vontade? Nem pensar! Viajar sozinho é a última opção para muitas pessoas. Uma pena. Essa visão tem que ser mudada, porque viajar desacompanhado reserva experiências únicas, marcantes e muitas vezes extraordinárias.

E cada vez mais, mundo afora, aumenta o número de viajantes independentes – e solitários também. É normal. Fato comum nos dias atuais. Tá no DNA da nova geração. Mas temos que concordar que viajar sozinho não é para qualquer pessoa – até mesmo para os mais extrovertidos. A primeira viagem single pode parecer assustadora, mas não é. Acredite.

por-que-viajar-sozinho2

 

Viajar sozinho não quer dizer que você não tenha amigos. Realmente não tem nada a ver. E não pense o que as pessoas vão achar de você. Apenas viaje!

 

Quando ouvimos o termo “viajar sozinho”, logo imaginamos uma solidão profunda – o que pode ser verdade – mas só se for este o objetivo do viajante. Viajante à Chris McCandless só se realmente quiser. O que acontece é totalmente o oposto. Viajar sozinho é sinônimo de se conectar com novas pessoas, novas culturas, novas tribos.

Antes de emitir a passagem, é importante que o viajante analise a própria personalidade. Se for o tipo de pessoa que lida bem consigo, é um excelente candidato ao mundo dos viajantes solitários. Caso não seja, vale a tentativa da mesma maneira. O primeiro passo é estar confiante para encarar uma trip sozinho. E também sem medo de enfrentar a estrada.

 

Viajar sozinho é uma viagem intimista. Quando estamos sozinhos, nossas ações são muito mais precisas. Percebemos coisas que dificilmente veríamos se estivéssemos viajando com amigos.

 

Continue lendo, mas talvez você se interesse também pelos seguintes artigos:

A mochila ideal: saiba sobre mochilas de ataque, trekking e viagem

Como viajar de mochilão?

Seguro viagem para mochileiros

 

Viajar sozinho é legal

Vou dar um exemplo simples que aconteceu comigo. Estava caminhando pela manhã, no centro de La Paz, na Bolívia, quando parei em uma das praças para descansar. Fiquei em um banco tomando sol. Tranquilo. Quando percebi um senhor sentado ao lado, que em pouco tempo passou a me olhar com um ar de curiosidade – minha mochila e meu traje denunciavam que eu não era dali. Acabei acenando com a cabeça e obtive o cumprimento retribuído. Logo passamos a conversar. Tive um papo incrível. E mais do que isso: recebi informações sobre a cultura boliviana que não constam nos guias de viagens. Ou seja, o inesperado sempre acontece. E em qualquer lugar. Por essas e outras acredito que quando viajamos sozinhos ficamos mais acessíveis e muito menos intimidados para conhecer moradores e outros viajantes.

por-que-viajar-sozinho4

 

É claro que você pode ir em busca da solidão, afinal de contas, pode ser esse o objetivo da sua viagem, não é mesmo? Mas fique sabendo que para mudar de cenário é muito fácil, sempre há alguém para conversar. Basta querer. 

 

O legal de viajar sozinho é que podemos fazer amizades quando quiser, tendo também, muitas vezes, a possibilidade de compartilhar roteiros e itinerários. E, mesmo depois disso, poder partir para outro lugar sem nenhum peso na consciência. Falando o português claro: não ficamos com o rabo preso a ninguém.

Acho que você vai concordar comigo neste ponto, veja só: penso que um roteiro de viagem seja algo íntimo e, muitas vezes, – quase sempre – é a recompensa por um ano árduo de trabalho. Certo? Certo. Agora pergunto, por que dividir esse tempo precioso com outra pessoa, muitas vez sem tanta afinidade, apenas para ter uma cia de viagem? Aposto que você já ouviu pessoas reclamando da chatice de uma companheira de trip. Não é? Quem nunca presenciou algo parecido?

por-que-viajar-sozinho3

 

Verdade seja dita: os defeitos das pessoas se agigantam quando viajamos acompanhados. Isso sempre gera estresse. Se for pra levar alguém, tem que existir, no mínimo, uma excelente sintonia.

 

Viajar sozinho nos possibilita fazer o roteiro 100% do nosso jeito. Podemos virar o planejamento da trip de ponta-cabeça sem ninguém reclamar. É uma liberdade que ninguém pode tirar da gente. É permitido fazer o que quiser: dormir o dia todo, passar horas dentro da loja de ratos empalhados, caçar disco voador, fazer o que bem entender. E sem julgamento. A viagem é nossa. E o tempo é nosso. E a trip tem que ter a nossa cara. Não acha?

 

Nós, brasileiros, temos o costume de fazer determinadas atividades em coletivo. Acredito que seja um fator cultural. E viajar, com certeza, é uma dessas coisas. 

 

viajar-sozinho

Afinal, por que viajar sozinho?

  1. Podemos fazer o roteiro que quiser – virar o mapa do avesso e mudar a direção quando bem entender;
  2. Ter total controle dos nossos gastos, ser 100% autossuficiente. Não precisamos desembolsar 40 dólares para ver a reprodução dos gafanhotos africanos que nosso amigo tanto deseja;
  3. Fazer novos amigos e respirar novos ares. Acredite em uma coisa: as amizades de viagens são incríveis, as pessoas não querem saber o que a gente tem e muito menos o carro que possuímos;
  4. Aprendemos sobre novas culturas de maneira muito mais intensa;
  5. Descobrimos algo novo sobre a gente, algo que não teríamos descoberto se estivéssemos viajando com alguém;
  6. Ficamos mais atentos, mais introspectivos e passamos a enxergar tudo de um jeito muito diferente;
  7. Podemos ter diversas paixões durante a sua viagem. Não terá ninguém para apontar o dedo e nos julgar;
  8. Voltamos diferentes;
  9. Nos divertimos como nunca pensamos que fosse possível – acredite, isso acontece de verdade;
  10. Pelas diversas experiências, passamos a aprender a nos valorizar e a nos amar. E a valorizar a nossa família também.

 

10 cuidados básicos para viajar sozinho

Viajar sozinho não é um bicho de sete cabeças, mas alguns cuidados devemos tomar. Sabe aquelas indicações que a mãe da gente sempre fala pra nós quando saímos de casa? Então, elas também servem para uma viagem, principalmente para uma trip solitária.

1 – O planejamento de viagem é fundamental, mesmo que o roteiro sofra drástica alteração no decorrer da trip. Mas é super importante pesquisar o destino, saber os bairros bons, locais de riscos, melhores horários para chegar/sair. Para tomar conhecimento dos detalhes, pergunte para amigos, leia relatos, devore blogs, converse com pessoas que já foram para o local que deseja viajar. Ou seja, informe-se. E não se esqueça: entender a cultura local e respeitar os costumes é tarefa do viajante. Não dê bola fora.

2 – Andar com muito dinheiro vivo é dar sopa para o azar. Lembre-se disso: quando estamos sozinhos numa viagem, não temos para quem gritar. Por isso todo cuidado é pouco. Não dê moleza para o inesperado, seja para uma perda de grana ou furto. Fique sempre ligado. Leia este post e veja como viajar com dinheiro.

por-que-viajar-sozinho

3 – Vá na boa, com calma. Início de viagem é só ansiedade, afobação, adrenalina. E é nessa hora que as coisas podem dar errado. Atenção com o taxi que está pegando, não aceite o primeiro oportunista que aparecer na porta do aeroporto. Fique de olho em todos os detalhes. Pesquise todos os transportes possíveis antes de pisar no destino. Ou seja, não seja vítima de golpe. Vá sabendo para onde está indo.

4- Numa viagem, muita vezes, damos bandeira com as nossas coisas. Sabe aquela máquina fotográfica no pescoço? O celular na mesa do hostel, o armário destrancado, o relógio chamativo. Não dê sopa. Não vacile. Acredite, furto em hostel é comum. E tem o poder de acabar com a viagem de qualquer pessoa.

5 – Evite bebedeiras fora de controle. Pode parecer uma dica banal, mas numa viagem solitária você tem que tomar conta de si o tempo todo.

6 – Não negligencie perigos reais. Confie em seus instintos.

viajar-sozinha

7 – As amizades adquiridas numa viagem costumam ser intensas. É normal. Mas não se esqueça que você acabou de conhecer a pessoa. Confie sempre com aquele 1% de desconfiança.

8 – Hidrate-se! Isso mesmo, numa viagem sempre ficamos na correria furiosa e esquecemos o básico do básico. Ande sempre com uma garrafa de água na mochila.

9 – Alimentação duvidosa? Corra! Vá no que é garantido. É mais seguro e evita piriri.

10 – E por último, mas não menos importante, o seguro viagem. Não deixe de fazer o seu. Não é bobeira. Não é dinheiro jogado fora. É barato e pode salvar a sua viagem num caso de necessidade. Leia este post e saiba mais sobre seguro viagem para mochileiros.

 

Escolhendo lugares para viajar sozinho

Lugares para viajar é o que não falta. Aqui mesmo no Brasil, por exemplo, possuímos inúmeros destinos. Temos cidades históricas, destinos de aventura, turismo religioso, polos gastronômicos, cidades festivas, lugares pacatos. Enfim, uma imensa diversidade. Aí fica a pergunta: qual lugar escolher para viajar sozinho?

 

Continue lendo, mas talvez você se interesse também pelos seguintes artigos:

Chapada dos Veadeiros: guia para viajantes independentes

Monte Roraima: guia para mochileiros

Fernando de Noronha: guia para viajantes

Deserto do Atacama: guia para viajantes independentes

Razões para viajar pela América do Sul

 

A melhor maneira para descobrir o destino certo é fazer o jogo da eliminação. E você é a pessoa certa para isso. Afinal de contas, só você sabe seus gostos, suas preferências de viagens, seus sonhos. Certo? Certo. Mas mesmo assim dá pra gente traçar um destino legal para sua viagem. Veja só:

trans-canada2

A primeira pergunta que você deve fazer – e a resposta tem que ser sincera – é por que você que viajar sozinho/sozinha? O que você está buscando nessa viagem? Muitas pessoas viajam apenas porque chegou o momento das férias, outros por algo extraordinário que aconteceu, como um rompimento de namoro, uma demissão inesperada, uma crise existencial. Diversos motivos fazem as pessoas colocarem a mochila nas costas e sair por aí. Então, viajante, a escolha do destino está quase sempre relacionada com o estado de espírito. Um destino romântico, por exemplo, pode ser péssima escolha para quem acabou de terminar um noivado. Ainda mais viajando sozinho. Haja lenço! Então, com essa pergunta respondida, você já terá uma ideia real do estilo de viagem que deseja para a sua viagem single.

 

Viajar sozinho é um caminho sem volta. Quem experimenta uma vez, não abre mão nunca mais.

 

Depois de descobrir o real motivo da sua viagem, seus gostos que ditarão as regras. Por exemplo, se você é uma pessoa que não suporta fazer trilhas e jamais quer ter que marca de sol no pescoço, já elimine roteiros em meio à natureza de sua listinha. A América do Sul é excelente destino para viajantes. Existem grandes cidades, desertos, praias, florestas, destinos alternativos, ruínas, montanhas nevadas. Ou seja, tem de tudo por aqui. Escreva suas preferências e risque os destinos que não combine contigo. Faça o jogo da eliminação até encontrar o roteiro ideal. É fácil.

 

E você, tem alguma dica a acrescentar? Escreva nos comentários abaixo. 🙂

 

Fotos: shutterstock.com



Rafael Kosoniscs tem 32 anos, é paulista, publicitário, guia de turismo, blogueiro e estudante de jornalismo. É viciado em viagens de mochilão — seja em cidades ou em meio à natureza. Tem o montanhismo como paixão, sonha em dar a volta ao mundo e escrever um livro.


135 comentários em “Por que viajar sozinho? Motivos para cair na estrada

  1. Henry

    Lembro da minha primeira viagem sozinho, fiquei receoso mas foi algo SENSACIONAL e desde então sempre falo para fazerem esse tipo de viagem. Graças a uma dessas viagens onde conhecemos o inesperado, eu me “converti” ao budismo, algo magnifico.
    Ótimo site, as vezes o ocioso presta para algo (haha). abs e boas viagens.

    Reply
      1. Sinara

        Vou para minha primeira viagem só. Tô mega animada. Tenho certeza que saíra tudo perfeito… se não sair tudo bem. Vamos ao improviso. 😉

  2. Fabiana I. L.

    Realmente viajar sozinho não é pra qualquer um, poucas pessoas se arriscam em sair de sua zona de conforto e encarar o desconhecido. Já fiz algumas mesmo com todos os perrengues foi muito bom. Todos deveriam viver esta experiencia.

    Reply
  3. Rafael Ferreira

    Nunca viajei sozinho, mas provavelmente nesse fim de ano vai acontecer. Agora só falta decidir o destino! hahaha

    Reply
  4. CRISTIANE HIPÓLITO

    Excelente Post!

    Costumo viajar sozinha e concordo com tudo que você disse. Aliás, devo confessar que, quase sempre abro mão da companhia porque se não houver aquela sintonia finíssima entre quem me acompanha e eu, a viagem vira estresse. É muito bom viajar só porque apesar de sozinhos, não estamos solitários. É impressionante como se faz amizade fácil. As minha melhores experiências de viagem são solo, sou totalmente a favor.

    Só acrescentaria uma coisa: para quem vai viajar sozinho pela 1ª vez. É melhor não comentar com todo mundo, vai aparecer um batalhão de pessoas com um milhão de argumentos contra. Como já foi dito no post, nós brasileiros fazemos muitas coisas coletivamente e viajar é uma delas. Sair pelo mundo sozinho soa, no mínimo, estranho na nossa cultura, principalmente quando se trata de mulheres.

    Em tempo: parabéns pelo blog. Cheguei aqui pesquisando sobre Fernando de Noronha e estou adorando!

    Reply
    1. Rafael Kosoniscs Post author

      Olá Cristiane, tudo bem?
      Obrigado pela visita e fico contente que tenha gostado do blog. Concordo com as suas observações, é realmente melhor não comentar com ninguém sobre viajar sozinho. Ótima colocação. Um abraço.

      Reply
      1. Cristiane Hipólito

        Obrigada, Rafael.

        Relendo o post, vi que cometi um erro de pontuação. Desculpe-me.

        Agora, dá licença, porque vou continuar explorando o blog… kkkk

        😀

  5. Camilla

    Adorei o post! Talvez porque esteja com viagem marcada indo desacompanhada. Irei fazer um curso de inglês no exterior e não posso negar que estou muito ansiosa e, diria também, receosa pelo fato de estar indo sozinha. O post me animou bastante! Obrigada.

    Reply
  6. Jackie

    Ótimo post!
    Realmente, é melhor não comentar com muitas pessoas. Passei um mês sozinha na França, e as pessoas me disseram milhares de coisas antes, que aconteceram justamente ao contrário comigo, foi uma experiência maravilhosa!
    Certas coisas precisamos descobrir sozinhos 🙂

    Reply
  7. Bruna

    Nossa, adorei o post. Estou pensando em fazer uma viagem ano que vem sozinha e confesso que estou meio receosa. Apesar de saber que virá em um momento certo para eu entrar mais em contato comigo mesma, esse post ajudou a dar aquele empurrãozinho para seguir em frente com essa experiência que, com certeza, será maravilhosa e me permitirá um grande crescimento pessoal.

    Reply
    1. Rafael Kosoniscs Post author

      Olá Bruna, tudo bem? Fico feliz em te dar esse “empurrãozinho”, fico realmente contente. Planeje sua viagem certinho e pé na estrada. Nos mantenha informado sobre sua viagem, ok? 🙂 Um grande abraço

      Reply
  8. Karina Matos

    Um dos melhores artigos ( se não o melhor) ja lido nos ultimos tempos Rafael!
    Acabo de chegar de um mochilao na europa sozinha e apesar de viajar sozinha ja ha alguns anos pelo Brasil mesmo, mas confesso que foi a melhor de todas as experiencias!
    Só há um “probleminha” nisso tudo… VICIA !! hahaha
    Parabens pela pagina, ja deixei na minha listinha de favoritos por aqui
    Good Vibes 🙂

    Reply
    1. Rafael Kosoniscs Post author

      Olá karina. tudo bem? Muito obrigado pelas palavras. Isso me motiva a continuar escrevendo cada vez mais.
      Viajar realmente vicia! Acho que é a melhor coisa da vida. Obrigado pela visita. Um abraço

      Reply
  9. Márcia

    É isso aí, Rafael, viajar sozinho é tudo de bom, nada a ver com solidão. Sou mochileira convicta e costumo ficar em hostels, onde as amizades simplesmente “fluem”. Recomendo! Bjs!

    Reply
  10. Otavio Cavalheiro

    Disse tudo! Acabei de voltar de um mochilão de 20 dias pela Europa. Fui sozinho, minha primeira viagem internacional, sem planejar muito, apenas escolhi onde queria ir e fui. Digo sem medo de errar que foi um dos melhores investimentos que já fiz e a melhor experiência que já tive na vida. É tudo tão intenso que esses 20 dias pareceram no mínimo 3 meses! Parabéns pelo site e pela matéria! Eu não conhecia o site, cheguei aqui por um acaso através do link do ocioso e vou acompanhar sempre a partir de agora, pois como a Karina disse ai em cima, esse negocio de mochilar VICIA, e eu já estou pesquisando o meu próximo mochilão para as férias do ano que vem.

    Abraço.

    Reply
  11. Alexandre

    Bem bacana o texto, semana que vem caio para Ibiza acompanhado com uma amiga, mas depois “desço” para fazer a Itália com roteiro programado unicamente por mim… Estava trabalhando na minha cabeça a idéia de fazer o tal mochilão sozinho, mas tenho certeza que vai ser uma experiência única e muito satisfatória! 😀

    Reply
      1. Felipe

        Bacana mesmo! Vou tirar férias em março e provavelmente irei sozinho!!!! Estou amarradão na minha primeira viagem ao exterior!!!!!!!!

  12. Fabiano Oliveira

    Parabéns pelo blog, informação sincera e com clareza! Estou indo pro RJ sozinho no fim de agosto só e vamos ver que aquela terra tem!

    Obrigado, Rafael, sucesso

    Reply
  13. Jacqueline

    Adorei o texto!!! A minha primeira viagem foi sozinha, um mochilão pela europa. Antes de ir, tantos medos, tantas dúvidas, mas NADA se compara a essa experiência. É maravilhoso viajar sozinho.

    Reply
  14. Isabelle

    Olá ! Parabéns pelo blog, muito bom e muito útil para todos que estão entrando nesse estilo de vida, até para quem ja esta. No meu caso, eu quero muito fazer um mochilao, nao tenho companhia, até iria preferir ir sozinha porém sinto pesar ao pensar na segurança ! Nao sou pessimista mas me preocupo em nao conseguir me defender e nao saber sair de algum problema, poderia dar alguma dica ou sugestão ? Agradeço e parabens novamente.

    Reply
  15. Cristiane

    Parabéns pela página, estou encantada.
    Esse post descreve muito bem o que é viajar sozinha.
    Minha primeira viajem sozinha foi para o Rio para quebrar o primeiro tabu ficar em hostel, ao congtrário que todos pensam é a melhor coisa a se fazer, é uma especie de OPEN YOUR MIND.
    Gostei tanto que me joguei para diversos lugares assim e trabelhei em dois hostel onde cada hospede, levou um pouco de mim e deixou um pouco dele, conhecei a ver as outras culturas com outros olhos a ler mais e a parar de ter uma ideia do que a midia nos conta e sim o que cada pessoa de cada pais me explicou.
    Depois disso fui fazer a minha primeira viagem internacional, que foi para Nicaraguara America Central, fui encontrar um ex namorado Israelense e dois amigos brasileiros mas chegamos em dias diferente e decidi ficar me um hostel separado foi a melhor coisa que fiz.
    Logo no Aeroporto de Santigo estava esperando meu prox voo e uma senhora veio falar comigo.
    Perguntar para onde estava indo e o motivo… conversamos um pouco e ele me falou uma coisa que vou levar para sempre: Dinheiro a gente ganha a qualquer hora e em qualquer lugar, se permita a amar a vida e abrir seu coração para o novo, o tempo passa então faça as coisas agora.
    Good trip and open your mind ever!

    Reply
  16. Manoel Luiz

    Estou indo a minha primeira viagem só. Estou indo para a Europa, pretendo conhecer algumas cidades e claro que quero conhecer também as baladas. Estou muito animado e espero que saia tudo perfeito. Alguém sabe informar se é fácil fazer amizades na Europa ? Como é o estilo de balada lá, é calma ou da para paquerar e “ficar” com alguma gringa ? Pretendo viajar de trem pela Europa, até para conhecer as paisagens.. Alguém tem alguma experiência solo pela Europa ?

    Reply
  17. rafael giacomini oliveira

    Muito bom seu texto e a tempos vinha pensando nisso, hj estou progamando uma viajem só em duvida entre ciile ou bolivia, mas estou nessa, sozinho, acho que assim vou encontrar o que quero…me conhecer mais e testar meus limites!! Grato pelo insentivo do texto!

    Reply
  18. Nat

    Estou indo estagiar mes que vem na Bahia com algumas colegas de curso , faço Turismo, adoooro conhecer novos lugares, nunca viajei só , mas pretendo viajar sozinha, esta materia me deixou muito mais animada =)

    Reply
  19. M. Yeung

    Rafael,
    adorei seu post, e foi muito bom ter lido ele agora, que estou prestes a fazer meu primeiro mochilao, sozinha!
    o destino eu ja conheco – Buenos Aires – mas tenho certeza que a percepcao de lugar e pessoas sera completamente diferente das outras vezes,
    vou aproveitar e tentar dar um pulinho no uruguai, afinal, indo sozinha posso decidir tudo do jeito que eu quero!

    ;D

    Reply
  20. Marcelo

    Muito Bom seu blog Rafael… Minha companheira me deu o cano ha pouco, estavamos marcados para Foz do Iguaçú… então, como quero conhecer, vou sozinho mesmo, prum hostel, espero que valha a pena e eu consiga reservar, porque está quase em cima da hora (1 semana e meia). Abraço e mais uma vez parabéns pelo blog e pelos textos.

    Reply
    1. Rafael Kosoniscs Post author

      Olá Marcelo, tudo bem?

      Não tenha receio de ir só, pode ter certeza que sua viagem será incrível. Sobre a reserva, a melhor maneira é fazer pelo Booking. Evita dor de cabeça, sempre. Veja aqui: http://goo.gl/nwLMT6

      Volte depois para contar a sua experiência. Um abraço e boa viagem.

      Reply
  21. Paloma

    Amei o blog Rafael. Estou planejando uma viagem solo a algum tempo e confesso que tive que ler várias coisas a respeito para criar coragem, e esse seu post com certeza foi o que me fez decidir de uma vez por todas a sair da minha zona de conforto e ir em direção ao desconhecido. Muito obrigado e parabéns pelo blog.

    Reply
  22. Amanda Carvalho

    Ola, gostaria de um conselho vou fazer um mochilao por toda a America do sul, (primeira vez, fora do pais) .Me aconselharia a so?

    Reply
    1. Rafael Kosoniscs Post author

      Olá Amanda. Bom, uma viagem por toda a América do Sul deve ser legal, acredito que ficará mais de 1 ano viajando, certo? Sobre te aconselhar a ir só, não sei o que dizer, essa é uma decisão muito pessoal. Espero que sua longa viagem seja incrível. Abs

      Reply
  23. Danilo

    Excelente! Era o que faltava pra eu decidir de vez o que eu já vinha pensando há muito tempo.
    Farei a experiência, me darei essa oportunidade, que me parece única e sensacional.

    Reply
  24. Jonas Grube

    Achei muito bom esse post… Agora em agosto vou pra Ásia só eu e a mochila, só não sei quanto tempo vou ficar, pois já decidi que não vou ficar só o tempo das férias, e sim o quanto tempo eu achar que devo ficar…

    Reply
  25. Rogério Luiz

    Bem assim mesmo!!!
    sempre pensei nisso e nunca tive intensão de viajar acompanhado por esses motivos.
    Gostei mesmo da postagem.
    (y)

    Reply
  26. Elizabeth lima da silva

    Estou preparando o meu primeiro mochilão e vou sozinha… sinto uma mistura de medo com ansiedade É TAO BOA ESSA SENSAÇÃO…. Estou programando tudo para chegar a Itália no dia 28/12 ao todo pretendo ficar 25 dias por lá… Gostaria de dicas, países que não posso deixar de fora.. enfim sua opinião… é tbm a primeira viagem internacional e sabe como é né da um pequeno DESESPERO… Se puder me ajudar agradeço…. adorei o seu site
    Bjs

    Reply
  27. Paula

    Olá Rafa! Estou completando 46 anos semana que vem e nunca viajei só…mas sabe de uma coisa? Sempre foi o meu sonho! Tive filho muito cedo, então nunca pude (ou não me permiti ir), mas estou passando por um momento super difícil, uma separação depois de mais 20 anos de casamento, meus filhos estão criados, e aquela vontade de sair por aí está voltando muito forte…de repente, encontro você (esse texto maravilhoso seu), reforçando o que eu já acredito há muito! Viajar só deve ser muito bom!!
    Porém, tenho muitas dúvidas…inclusive como fazer com pouco dinheiro…gostaria de conhecer nossa América do sul, com uma mochila nas costas, andar a pé pelas ruas, conhecer gente simples e sábia…ouvir estórias, trocar experiências…

    Se a gente puder trocar umas idéias, ficarei muito feliz!!

    Grande abraço!!

    Paula

    Reply
  28. Mauricio

    Olá: Concordo que viajar sozinho é mesmo espetacular, pois a maioria das vezes viajo só, mas confesso que sou meio anti-social e ás vezes deixo de viajar por isso, pois tenho dificuldade em fazer amizade. E aí? Há alguem aí que se sente tao estranho nesse mundo?. Abraços.

    Reply
  29. Karen

    Sempre tive vontade, mas acabei de completar 18 anos e minha família nunca deixaria. Tenho muita vontade de fazer um mochilão sozinha pela Europa.

    Reply
  30. Patricia Neves

    Olá Rafael, Antes de qualquer colocação muitos parabéns pelo teu post!

    Sou portuguesa e vim trabalhar para o Brasil, sozinha. Neste momento estou na procura de um novo rumo para a minha vida, pois não estou satisfeita a nível profissional e para vivermos a vida da melhor forma o degrau profissional também tem que estar 100%.

    Sempre adorei viajar, isso é uma das coisas que mais me realiza e nesta fase da minha vida resolvi viajar, ir atrás de uma resposta do que realmente quero para o meu futuro. Sempre viajei muito, sempre com amigos, mas quero que desta vez seja diferente, quero que a minha viagem pela América do Sul seja minha, seja do meu destino, mas coloca-se a questão… Será seguro uma “moça” colocar uma mochila nas costas e “sumir” pelo mundo!?!? Como convencer a família de que tudo vai dar certo?!?!!

    Se me poder dar alguns conselhos ficaria super grata!

    Mais uma vez parabéns!

    Abraço

    “Viajar não é despesa, é investimento pessoal!”

    Reply
    1. Rafael Kosoniscs Post author

      Olá Patrícia. Se você fizer um roteiro bemmm planejado e mostrar isso para sua família, talvez os deixem mais confortáveis, mas não há receita para isso né? É algo muito particular. Vejo muitas mulheres viajando sozinhas sem nenhum tipo de problema. Espero que consiga conhecê-los. Vamos nos falando. Um abraço.

      Reply
  31. Ste

    Oi Rafa, gostei muito do post! Parabéns!
    Quero muito viajar sozinha mas não consigo tirar férias muito prolongadas.
    Quero passar o ano novo e tenho duas semanas, duas semanas e meia no máximo.
    – É pouco para fazer algum mochilão? nem que seja só para um país?
    – Mulher viajando sozinha na américa do sul é normal? É perigoso?
    – Passar o ano novo viajando – sozinha – costuma ser furada?

    Bjs e obrigada!! 🙂

    Reply
  32. Daiane Gonçalves

    Rafael concordo com seu texto, acabei de voltar de uma viagem feita por algumas cidades do Sul do Brasil, foi minha segunda viagem sozinha, sou geógrafa, então planejar os roteiros é uma tarefa relativamente fácil.
    Porém em minhas viagens sozinha sempre encontro alguém bacana e acabou por inverter a ordem do roteiro, viajar sozinha é ter oportunidade de saborear com maior tempo e detalhe outras culturas, os lugares que passei pelo Sul foram maravilhosos e a cultura dos gaúchos me pareceu encantadora, incentivo quem quer viajar sozinho.
    Abraços ótimas mochiladas todos.

    Reply
  33. Joyce Sousa

    Amei o post!

    Viajei sozinha pra Jericoacoara e o único arrependimento foi não ter feito isso antes.
    Vi os vários comentários e só reforço o que já foi dito sobre não fazer comentários de ir viajar sozinho. As pessoas tentam te fazer desistir o máximo que elas podem. Quando não fazem isso resolvem ir juntos o que pode ser ainda pior. Exemplo é vc tirar férias e os colegas de trabalho quererem viajar juntos com vc. Parece o apocalipse!!! Tô fora!!

    abraços

    Reply
  34. Diulia Furquim

    Adorei o post…há tempos que queria companhia pra fazer mochilão para Machu Picchu, mas como sempre minhas amigas ficaram de frescura e os meus amigos homens ficaram colocando um monte de empecilho. Então resolvi tentar ir sozinha, e será minha primeira viajem sozinha. Confesso que estou com medo, pelo fato de ser mulher. É só falar isso que já vem um milhão de pessoas dizer que sou louca. Mas resolvi arriscar. O que você acha? Meio arriscado pra primeira viajem? Me indicaria outro trajeto? Obrigada!

    Reply
    1. Rafael Kosoniscs Post author

      Olá Diulia, tudo bem?!
      Primeiramente parabéns pela decisão e coragem! Tenho certeza que sua viagem será incrível. As recomendações são as básicas e as mesmas utilizadas por aqui no Brasil, evite sair de noite sozinha, cuidado com o dinheiro no hostel e todos aqueles conselhos que ouvimos a vida toda de nossa mãe, sabe? E uma coisa te falo, você fará um monte de amizades e dificilmente andará sozinha. Vá tranquila e despreocupada! Planeje sua viagem certinho e vá de coração e mente abertas. Se precisar de algo, estou por aqui. Um abraço. Rafael

      Reply
  35. Brunno breythenner

    Boa tarde , bom estou me preparando para fazer uma viagem sozinho, estou querendo conhecer novos lugares, cidades, países, culturas e pessoas . Seu blog tem me ajudado muito a cada dia ter certeza do que eu quero fazer . Obg

    Reply
  36. Lenon

    Concordo com cada caractere do que você escreveu.
    Uma das coisas que você aprende viajando sozinho também é justamente que dane-se o que vão pensar por você estar viajando sozinho. Viajar é um prazer íntimo e pessoal, que outros viajantes provavelmente entendem, mas que seus amigos que ficaram na sua cidade talvez não. E isso de maneira alguma é ruim.
    Parabéns pelo ótimo texto e pelo ótimo blog, Rafael!
    Um abraço.

    Reply
  37. Jader

    Cara, parabéns pelo blog, é fantástico, é isso que eu estava procurando, descobri procurando informações sobre o Atacama, e aumentou ainda mais minha vontade de viajar só, que será em breve hehehe. Abs.

    Reply
  38. Rafaela Gonçalves de Almeida

    Meu Deus, tava pensando em viajar sozinha, organizando minha viagem, só que estava muito insegura, pensando que só eu era louca de querer viajar sozinha.
    Depois que li seu post, minha vontade só aumentou, e vou arriscar a viajar sozinha agora.
    Obrigadaa

    Reply
  39. Gleidson

    Viajei sozinho para cancun e miami, lembro que dois dias antes me bateu um desespero muito grande, queria desistir da minha viagem, porque eu nunca havia saído do país nem pra argentina que é aqui do lado, e na minha primeira viagem já iria pegar a imigração dos EUA sozinho.. rsrs.. Até hoje eu lembro e suspiro.. QUE VIAGEM!!! em playa del carmen e cancun foi incrível, conheci pessoas que talvez nunca mais as veja novamente, e conheci pessoas que até hoje ainda converso pelo facebook e me dão dicas de lugares novos para conhecer. Um americano que virou meu companheiro de viagem e amigo, como ele estava aprendendo portugues e queria praticar, ele me ajudava no inglês e eu no a ele no português, encontrei ele mês passado aqui em SP.

    É bem o que você falou, quando viajamos só, ficamos muito aberto para novas amizades, fiz amizade até com uma Austríaca que estava viajando só e chegamos a ir a Cozumel mesmo sem falar muito bem o Inglês.

    Cara, vale muito a pena viajar só, eu gostei e vou repetir a dose esse ano, em Dezembro pretendo viajar porém ainda não tenho destino, estou esperando promoção para algum lugar legal.

    Parabéns pelo post!

    Abraço!

    Reply
  40. ROBERTO PEDROSO

    Olá, primeiro mochilão da minha vida e vou fazer sozinho, misto de turismo tradicional com turismo de balada. Meu roteiro: Porto Alegre -Barcelona-Paris-Madri-Amsterdã-Lisboa-Porto Alegre, em Fev/2015. To indo com a mochila, coragem misturada com apreensão meus dicionários e meu inglês pra comer hot dog onde tiver hehehe. Bem pessoal, estou escrevendo para pedir sugestões de baladas e lugares para turismo no meu roteiro. Meu problema, é quanto mais leio sobre Barcelona, mais aumento minha estadia por lá

    Reply
  41. Rodrigo Teieira

    Poxa cara, que texto fantástico. Eu concordo tanto que não acrescentaria nada. Uma coisa é certa, depois que você volta, vê que não é o mesmo, fica dificil viver uma vida normal. Eu aguentei a “vida normal” por 4 meses, até abandonar tudo e cair no mundo. To há um ano e meio por aí, viajando. Viajei 10 países, cheguei em Manaus com 10 reais e dois pães com mortadela, acampado e fi muitas amizades, fui adotado, fiquei 4 meses por lá e é isso. To mais perdido que barata tonta, porque quero fazer mil coisas ainda, reluto para voltar a ter uma “vida normal” que eu sei que não vai me preencher, to escrevendo meu segundo livro (nem terminei o primeiro ainda), mas feliz por ter todas as possibilidades na mão, ter a possibilidade de amanhã conhecer alguém que eu não faça ideia que exista. Sei lá, a vida muda, é muito estranho… e seu texto é bom demais!

    Reply
  42. Vitor Magalhães

    Um ótimo texto. Já faz um tempo que estou com essa vontade de viajar só, esse texto apenas me confirmou isso,e realmente me deu coragem para fazê-lo! Valeu mesmo!

    Reply
  43. Luana

    Estou exatamente agora fzd uma viagem sozinha a um lugar que já vim acompanhada diversas vezes. Realmente estou conhecendo mais pessoas, tendo novas oportunidades, isso é impagável, até o fato de estar com fome, mas apenas parar para comer na hora que eu quero faz com que a viagem seja mais aproveitada, tudo é feito a meu tempo e só tenho que agradar a mim mesma. Está sendo especial, estou me conhecendo bastante e surpreendentemente com muito mais saudades dos amigos do que nas outras viagens que fiz acomopanhada, nas quais eu desejei muitas vezes ficar só por um tempo.

    Reply
  44. franciele

    Participei da tua outra postagem, e vou deixar comentário nessa tbm kkkk…
    Comecei a viajar com meu marido em nossa férias. A primeira vez, foi pelas praias do Sul e SC. Depois, no outro ano, desembarcamos em JP, alugamos uma moto e acabamos conhecendo 4 estados no nordeste. Nossa viagem deste ano, foi para Porto seguro. Dentre os lugares que visitamos, as coisas que fizemos, as paisagens que vimos, ter feito uma visita à aldeia indigena dos Pataxós, mudou minha visão e pensamentos, em relação aos índios. A cultura deles, é mt linda. Estórias impressionantes, costumes ainda usados nos dias de hoje…foi uma experiência maravilhosa. Tão boa, que pretendo voltar lá, e passar uns dias entre eles, desta vez!
    Agora, resolvi que quero ir morar de vez no nordeste, em fortaleza, lugar que nem conheço ainda. Meu marido está contrariado, pois “tem os pés no chão”, e pelo visto quer criar raiz num mesmo lugar. Bom, por querermos coisas diferentes, acabaremos nos separando, não só por esse fator, mas outros tbm.
    Assim que eu resolver mudar, já estou pensando em fazer uma viagem sozinha. Acho que essa busca pelo auto-conhecimento, nos amadurece muito. Faço amizade fácil, e acho queserá mt bom para mim, até mesmo, para superar o fim do meu relacionamento. Sempre curtimos mt nossas viagens, gostamos das mesmas coisas, mas poder tomar decisões sozinha, ir para onde eu quiser sem uma segunda opinião, conversar com um desconhecido e já ficar intima, dv ser mt bom. Meu marido tem uma certa dificuldade para interagir com outras pessoas, já eu não, como podem perceber kkkkk…
    Minha dúvida e preocupação, é a seguinte: idioma! Como se virar em um outro país, falando apenas o português? Gostaria de umas dicas.
    Teu blog é mara!
    Bjus…

    Reply
    1. Rafael Kosoniscs Post author

      Olá, Franciele. Espero que aconteça tudo da melhor maneira e que encontre essas experiências que tanto procura. Sobre o idioma, acho que é questão de adaptação. No começo será mais difícil, mas depois você irá aprender, estudar… enfim. Vai se superar! Valeu pela visita. Abs

      Reply
  45. PAULA COHEN

    Oi! acabo de descobrir seu blog. Sou Argentina e estou morando no Brasil há faz um ano. Além do resto do blog, achei muito interessante e verdadeiro o artigo de viajar sozinho… a primeira vez que eu fiz , foi de casualidade e vivi sensações muito diferentes e maravilhosas. Agora, até sinto algo de culpa por querer viajar sozinha pelo mundo sendo que tenho muitas amigas maravilhosas das que estou longe por morar no Brasil… Uma vez que você viaja sozinho, depois vira vicio… Beijos!

    Reply
  46. Thulio Latronico

    Fala Rafael, ótima publicação e por causa dela encorajei e decidi fazer uma viajem sozinho agora em maio. Valeu

    Reply
  47. Carolina

    Nossa, esse post era o impulso que tava faltando pra eu me aventurar a conhecer um canto aqui da América do Sul!
    Tem sim aquela coisa de: sou mulher, como será viajar sozinha, sim, infelizmente, tem.
    Mas também tenho a curiosidade e, sei lá, parece que essa fala mais alto.
    Agradeço o incentivo, Rafael. Abraço!

    Reply
  48. Samantha

    Oi Rafael! Estou adorando o blog, por acaso vc já publicou algo sobre segurança durante viagens no site?
    Gostaria muito de viajar sozinha, mas tenho certo receio pela segurança, vc teria algumas dicas para publicar? (sou novata! hehe)

    Abraço!

    Reply
  49. Agustina

    Olá Rafael, estou querendo fazer mochilão pela america do sul.. Argentina, Chile, Peru, Bolivia.. tudo isso de onibus.. me sinto meio perdida sobre como organizar cada trajeto.. vc tem alguma dica?
    Obrigada,
    Tina!

    Reply
  50. WILDE MARINHO ROBERT

    Oi Rafa eu aqui novamente. Você acertou na mosca, viajar só é maravilhoso. As melhores viagens e momentos de minha vida, eu estava viajando só e com Deus.
    Parabéns pelos comentários, você reativou os meus sentidos egoístas como diz minha mulher, kkkkk.

    Grande abraço.

    Reply
  51. José Roberto

    Fala ai Rafael. Verdade cara… você acertou na mosca.Também sou e fui meio solitário (minha mulher fala tb rsrs) em algumas viagens e acabei acostumando com a ideia e ajuda que você nunca está sozinho, sempre tem alguém que você acaba fazendo amizade e segue um tempo com vc. Agora quero fazer alguns acampamentos e ja pedi dicas pra vc.

    Um grande abraço.

    Reply
  52. Sérgio Aragão

    Ótimo texto, apesar de já ter lido vários outros com o mesmo tema, eu sempre paro para ler a opinião de alguém que já viajou sozinho e o que ela pensa a respeito. Já fiz algumas viagens (pequenas) sozinho e vivi os dois lados: me senti “sozinho” e ao mesmo tempo me dei a liberdade de conhecer coisas e pessoas que não teria a oportunidade se estivesse acompanhado. Hoje moro em uma das cidades que visitei sozinho (Porto Alegre) e vivo me dando essa chance de fazer de vez em quando alguma coisa só com a minha própria companhia.
    Bom, vou continuar acompanhando o site (essa é minha primeira visita), pois em cerca de 18 meses eu pretendo fazer a minha grande viagem, sozinho por sinal, e conhecer muitos outros países. Continue postando dicas de lugares e do que fazer porque sei que mesmo me sentindo preparado, em algum momento eu vou me sentir realmente sozinho. Abraço e sucesso

    Reply
  53. Daian Gabriel

    Passei 6,5 anos fazendo planos de viagem em dois… Hj estou solteiro e seu post me incentivou a viajar sozinho. Tenho também essa certeza de estar livre até pra me conhecer melhor, fazer apenas o que eu quero. Vou mochilar pela Europa em 05/2016, estou no início da ideia ainda. Estava com medo dessa depressão solitária, mais creio que será muito bom pra mim. Tens alguma dica? Vou ler depois como organizar um mochilão. Só viajei sozinho pelo Brasil mesmo (MG, RJ e ES). Valeu, ótimo texto.

    Reply
  54. Vinicius

    Cara, curti muito seu blog. Estou me programando para fazer um mochilão ano que vem nas minhas férias, e vou sozinho. Lendo seu post estou mais confiante haha Acho que vai ser uma experiência única, até mesmo pq nunca viajei sozinho, pra lugar nenhum.

    Reply
  55. Caroline

    Realizei minha primeira viagem sozinha este ano e confesso que foi ainda mais surpreendente do que eu imaginava. Foi essencial para descobrir meus próprios limites, minha personalidade, gostos e a coragem da independência. Essa sensação de fazer o que der na telha é uma delícia!
    Parabéns pelo blog, ótimos textos. Vou acompanhar sempre 🙂

    Reply
  56. Letícia

    Irei realizar minha primeira viagem p/ Maceió – AL “sozinha” entre aspas porque vou através de um pacote que comprei por uma agencia de turismo porém não vou com nenhum amigo e não conheço ninguém e estou um pouco ansiosa e tensa também. Espero que ocorra tudo bem e caso não de tudo certo irei partir para os improvisos. 🙂

    Reply
  57. Lucas Carvalho

    Fala Rafael beleza? Excelente matéria ein?! Vou fazer meu primeiro mochilão no ano que vem pelo Brasil. Pretendo desembarcar em algum aeroporto do Rio de Janeiro e subir até o nordeste (de preferência em Natal-RN) e de lá voltar para SP, isso sem um mínimo de cronograma das cidades e itinerários. Qual dica você teria para um marinheiro de primeira viagem?

    Reply
  58. Tulio Eduardo

    Adorei o post!!

    Agora em novembro vou realizar a minha primeira viagem sozinho, vou para Tiradentes, praticar ecoturismo e aproveitar o festival de Jazz, que acontece na cidade, além de uma passagem em São João Del Rei, estou mega ansioso.

    Reply
  59. Gabriel

    Muito bom o blog! E arrisco dizer que viajar sozinho é, em boa parte das vezes, melhor do que viajar com uma grande turma. Esse ano já viajei sozinho pra Natal, Brasília e Curitiba e não tem nada melhor do que a liberdade de programação em cada lugar. É claro que você tem que estar aberto a vários tipos de situação e pessoas, mas de acordo com o seu perfil vc pode conhecer e aproveitar melhor a companhia de pessoas de todos os cantos. Em um dia VC sai pra conhecer a cidade com uma galera da Alemanha que está no mesmo quarto de hostel que VC, no outro dia VC sai pra tomar umas cervejas com outra galera de MG que tbm ta no hostel, em outro dia VC encontra uma guria subindo a escada do hostel e aí rola mais um papo com cerveja, uma volta pela cidade, e por ai vai…As experiências se expandem quando VC está com a mente aberta. Parabéns pelo blog Rafael.

    Reply
  60. Erica Lima

    Olá Rafael! Gostei das dicas. Eu conheço alguns países mas sozinha viajei pouquíssimas vezes. Na verdade, penso em me tornar uma mochileira agora, pois sinto estar mais madura pra tal aventura sem preço. Acho simplesmente fantástico jogar uma mochila nas costas e cair no mundo!!! Não há cultura maior e melhor que viajar, se auto descobrir e se abrir para um novo mundo.

    Abraços!

    Reply
  61. Eulália

    Olá Rafael! Amei seu post!
    Fiz minha primeira viagem sozinha pro Rio de Janeiro e foi incrível! Uma sensação maravilhosa e apesar de ter viajado só, não fiquei só. Conheci muitas pessoas e percebi que ficamos abertos a novas experiencias.
    Agora o pessoal que conheci nesta viagem quer fazer uma viagem, mas sinceramente….Eu quero viajar só. Rsrsrsrs

    Reply
  62. ELIANE FIGUEIREDO DE MENEZES

    Olá. Achei mt interessante as dicas, o texto é bem legal, parabéns.
    Já li diversos blogs e sites q tratam desse assunto, mas ainda continuo mt insegura em viajar sozinha.
    Tenho 53 anos, sou separada, sou tímida e mt introvertida, moro com minha filha mas por causa da faculdade e do namorado dela, ela nunca pode me acompanhar em viagens. Quantos aos amigos, bem quando eles têm grana, não têm tempo, e vice versa… com isso estou adiando toda hora meu sonho de conhecer a Itália.
    Já montei roteiro e pesquisei tudo, e entrei em grupos do facebook q tratam de encontrar cia. para viajar, mas por duas vezes quando encontro, logo depois as pessoas desistem ou dão desculpas e eu fico a ver navios…
    Cheguei a desistir da Itália e passei a roteirizar Espanha pra poder ter a cia, de uma pessoa do grupo, mas agora estou vendo q ela tb vai me deixar na mão… tenho me sentido mt mal com isso, e fico pensando ser ir sozinha não me deixará um pouco pra baixo… meu medo é me sentir triste por não ter cia num lugar tão lindo…

    Reply
    1. Rafael Kosoniscs Post author

      Olá, Eliane. Viajar sozinho têm os dois lados da moeda. Se acho que se sentirá só e triste, acho que deveria considerar a opção de pacote de viagem, porque sempre é feito com mais pessoas e dessa maneira fará alguns amigos. E talvez até saia mais barato. Já pensou nessa possibilidade? Espero que encontre cia ou uma solução para que sua viagem aconteça. Um abraço.

      Reply
  63. ramon saraiva

    cara belo texto, inspirador na verdade vou fazer minha primeira viajem fora do brasil sozinho em Maio, espero que de tudo certo.

    Reply
  64. Kelly

    Ótimo post! Sempre viajo sozinha e para mim é a melhor coisa do mundo!

    Muito bom saber que tem tantos blogs de viagem legais pelo mundo e tanta gente que compartilha essa paixão 🙂

    Sou apaixonada por viagens e empreendedorismo e pensando nisso criei o http://www.fuiviver.com/ , um projeto que une empreendedorismo a o amor pelas experiências que só as viagens nos proporcionam!

    Seria uma honra receber sua visita!

    Abraços

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *