A mochila ideal: saiba sobre mochilas de ataque, trekking e viagem

14004

Por que saber sobre mochilas? Uma das razões é para evitar cair numa roubada. Outra, saber investir no equipamento certo. E, ainda, para ter consciência do quanto você pode esperar da mochila escolhida. O universo dos mochilões pode até não ser tão grande — falando de mercado brasileiro —, mas existem mochilas de todos os tipos, preços e aplicações. E é sobre essa diversidade que vamos conversar.

No passado, os mochilões eram equipamentos pesados, cheio de estruturas de metal e projetados para um único fim: levar carga. Não havia tanta opção. Ou seja, mochilão de caminhada era o mesmo de uma viagem normal. Mochilas projetadas para mulheres? Nem pensar! No entanto, muita coisa mudou de 20, 30 anos para cá. A facilidade em viajar aumentou, o mercado cresceu, marcas investiram em tecnologias. O resultado foi uma ampla variedade, mochilas criadas para os mais diversos públicos: mochileiro urbano, viajante bicho-grilo, trekker, escalador, trail running, ciclista.

mochila-qual-escolher

 

# A mochila ideal

A mochila perfeita é aquela que a gente consegue comprar, que está dentro do nosso orçamento. Não se deve deixar de ter experiências por não possuir uma mochila top de linha — ou aquela tão sonhada cargueira. E mais, nem sempre a mochila mais cara vestirá melhor em nosso corpo. Algumas marcas/modelos podem agradar, outras não. É uma escolha muito pessoal.

 

Tipos de mochilas

Já sabemos que existem diversos tipos de mochila, não é? Então, grosso modo — e de acordo com a temática deste blog — vamos classificar as mochilas em três grupos: mochila de ataque, mochila de trekking e mochila de viagem.

Importante saber: as mochilas utilizam o litro (L) como unidade de medida. 

 

Mochila de ataque

mochila-de-ataque

Leve e versátil, a mochila de ataque é uma parceira que topa qualquer parada. Normalmente, encontramos com o volume de carga de 20 a 40 litros. Mas sabemos que tamanho não é documento. Esta mochila, dependendo da marca escolhida, pode ser bastante sofisticada.

Ao contrário das mochilas do dia a dia — do tipo escolar —, a de ataque possui diversas regulagens, compartimentos, bolsos. São mais resistentes e melhor trabalhadas. Podemos dizer que é uma mini mochila de guerra. Aguenta o tranco dentro do seu volume de capacidade.

Ideal para o dia a dia de uma trip, a mochila de ataque é um equipamento essencial para longas caminhadas pela cidade. Mas também é muito utilizada em trekkings, principalmente em expedições de aproximação à montanha. É essencialmente uma mochila de ataque ao topo. E por isso recebeu este nome de “mochila de ataque”. E também é perfeita para trilhas curtas, escalada, viagem de bicicleta e outras atividades.

Em viagens, principalmente para trips urbanas, gosto de levar a mochila de ataque dentro da cargueira. É item indispensável em meus mochilões.

 

Sugestões de mochilas de ataque

Thule Capstone 32L | Deuter ACT Trail 30L | Osprey Talon 33L

Black Diamond 30L | Osprey Stratos 26L | Deuter Trans Alpine 30L

Veja aqui outras mochilas de ataque.

 

Mochila de trekking

mochila-de-trekking

Alguns caminhos são exigentes e não se contentam com qualquer mochilão. Pode parecer exagero, mas não é. Se a travessia é árdua, você não vai querer um desconforto contínuo, um incômodo impossível de ser amenizado, uma mochila que não distribua o peso adequadamente. Uma boa cargueira amplia sua experiência. E por isso tem a obrigação de ser confortável.

Mochilão de trekking, conhecido também como cargueira, é projetado para aguentar o tranco, para não deixar ninguém na mão durante uma travessia. A mochila cargueira costuma ser mais cheia de detalhes, são pensadas milimetricamente para que o viajante/trekker tenha maior desempenho — e conforto — durante uma caminhada.

No trekking, a mochila é a cópia da nossa necessidade. Se o caminho for bruto, a mochila também deve ser. Mas se a batalha for light, não haverá necessidade de caminhar com um canhão de guerra. Por isso é normal adquirirmos várias mochilas ao longo da vida.

 

A litragem ideal

Muitas variáveis — muitas mesmo — influenciam a escolha do tamanho da mochila. São os equipamentos que ditam a cargueira ideal: tamanho/peso da barraca, equipamentos de cozinha, saco de dormir, tipo de alimentação, roupas adequadas ao local do trekking. Portanto, a lista a seguir é apenas uma base e pode variar de pessoa para pessoa. Levando em consideração os equipamentos que possui e também a condição climática do destino escolhido.

Com exceção ao primeiro item, a relação baseia-se em trekking com acampamento. ok?

  • Hiking / Trekking de 1 dia | mochila de 20 a 30 litros
  • Trekking de 2 a 3 dias | mochila de 40 a 50 litros
  • Trekking de 4 a 5 dias |mochila de 50 a 60 litros
  • Trekking de 6 a 7 dias | mochila de 60 a 75 litros
  • Longos Trekkings / Expedições | acima de 75 litros

 

Escolhendo a mochila de trekking

A escolha da mochila de trekking sempre gera dúvidas. Mas não se desespere. É normal. Existem muitos questionamentos, seja pela litragem, modelo, marca, preço. Então, se você está disposto a comprar uma mochila cargueira — ou semicargueira —, leve em consideração os itens essenciais que o equipamento deve ter.

Segura que lá vem textão.

mochila-vista-explodida

Barrigueira

É item indispensável. Muitos não sabem, mas a barrigueira tem a função de repartir a carga para o restante do corpo. Ou melhor, distribuir o peso para o quadril, que é uma das regiões mais fortes de nosso corpo. Uma boa cargueira consegue aliviar o peso nos ombros em até 70%. Cá entre nós, não é pouca coisa. Mochila boa tem que ter barrigueira boa. Fato.

Regulador de altura

Evite mochila “coringa”. Uma cargueira sem este ajuste certamente não será confortável. O sistema de regulagem de altura permite que a mochila se adapte perfeitamente ao corpo de qualquer pessoa. E faz toda a diferença.

Regulador de largura e altura de alças

Poucas mochilas possuem o sistema de largura de alças. Não chega a ser um item essencial, mas ajuda no ajuste perfeito. Algumas marcas têm larguras distintas para modelos masculinos e femininos. O ajuste de altura de alças também deve ser observado.

Fita peitoral

É um ajuste simples, mas fundamental. A fita peitoral faz com a mochila não altere o centro de gravidade, deixando a próxima ao corpo, sem perder o equilíbrio.

Armação

É o esqueleto. Boas cargueiras tem a responsabilidade de possuir uma armação que garanta a postura ereta da mochila.

Encosto

Há vários tipos de mochilas e, consequentemente, há também vários desenhos de encostos. Boas marcas trazem o sistema de costado respirável, que reduz a transpiração e que traz conforto significativo. Mais do que isso, o encosto deve ser confortável e resistente.

Compartimento para bolsa de hidratação

Cargueira tem que ter um cantinho reservado para a bolsa de hidratação. E digo: faz toda a diferença na hora de organizar toda a tralha.

Bolsos

Considero item obrigatório. Quanto mais, melhor. Os bolsos da tampa da mochila são os mais preciosos na minha opinião. Ajudam bastante. Grande parte das mochilas também traz bolsos laterais para o uso de garrafa d’água. E algumas barrigueiras também trazem bolsos que acabam sendo um plus a mais.

Fitas de compressão lateral

São de grande ajuda na hora de ir pra batalha. Elas possuem a função de compactar os itens internos. Faz com que a carga não desloque durante o trekking. E também são utilizadas para transportar isolante térmico, lona, bastão de caminhada.

Capa de chuva

Por mais que uma mochila seja resistente à água, dificilmente resistirá a uma pancada de chuva. Por isso considero a capa de chuva item obrigatório em mochilões de trekking. E mais do que isso, ela também protege de arranhões. E até facilita a caminhada em locais de densa vegetação — evita enroscos.

Zíper

Por incrível que pareça, o zíper pode ser um ótimo medidor de qualidade de uma mochila. Boas mochilas de ataque e cargueiras possuem o zíper da marca YKK.

mochila-cargueira

Uma boa mochila tem o seu valor. Cargueira boa e barata dificilmente você irá encontrar. Acredite em uma coisa, você terá seus piores dias de vida decretados se uma alça do mochilão arrebentar durante uma travessia,. Então, meu amigo, invista numa boa. Em viagem urbana dá pra arriscar uma cargueira duvidosa, mas em trekking, não.

Eu possuo duas cargueiras, a Deuter AirContact Pro 70+15 e a Thule Guidepost 75L. São mochilas que confio de olhos fechados. E por isso as indico.

Review – Thule Guidepost 75L

Review – Deuter AirContact Pro 70+15

 

Marcas de mochilas

marcas-de-mochilas

Não utilizei todas as marcas de mochilas para poder dizer qual é boa e ruim. Seria injustiça e imprudência de minha parte fazer tal classificação. Mas o objetivo do post é te ajudar a conhecer mais sobre o universo das mochilas. Certo? Certo!

Então vamos lá. Fiz uma lista e classifiquei em 2 categorias. Primeiro: marcas mais acessíveis. Segundo: marcas mais tradicionais e renomadas. E um plus: boas marcas que não são vendidas no Brasil.

Marcas mais acessíveis | Quechua, Trilhas e Rumos, Nautika, ConquistaGuepardo, Kailash.

Alto custo e renomadasDeuter, Thule, The North Face, Black DiamondOspreyCurtlo.

Embora as seguintes marcas não sejam vendidas no Brasil, vale a pena conhecê-las a título de conhecimento: Lowe Alpine, GregoryArc’teryx, KeltyHigh Sierra.

 

Nota: Antes de escolher sua mochila, consulte amigos, leia / assista reviews, converse com lojistas. Procure referências e encontre a mochila ideal para você. A lista acima representa, somente, o meu universo de conhecimento.

 

Sugestões de mochilas de trekking

Masculinas: Thule Guidepost 75 | Deuter AirContact Pro 60 + 15 | Osprey Aethe 70

Thule VersantCurtlo Mountaineer 60+15 |  Deuter ACT Light 65+ 10 | The North Face Terra 50

Veja aqui mais mochilas masculinas de trekking.

Femininas: Thule Capstone 65 | Deuter AirContact Pro 55+15 SL | Osprey Ariel 75

Osprey Viva 65Deuter ACT Light 60+ 10Curtlo Mountaineer 50+15 LF

Veja aqui mais mochilas femininas de trekking.

 

Mochila de viagem

mochila-de-viagem

As mochilas de viagem seguem por um caminho diferente. Elas costumam ser menos exigentes quanto à resistência, não possuem o compromisso de ser um “equipamento de guerra”. Geralmente são mais simples, não possuem tanta riqueza em detalhes como as cargueiras de trekking. Provavelmente é uma mochila que ficará jogada num chão de hostel e só será colocada à prova num deslocamento de casa/aeroporto/rodoviária/hotel/hostel.

Tratando-se de mochilões em cidades, é muito mais vantajoso investir numa boa mochila de ataque do que num mochilão top de linha. 

 

Mochilões feitos em locais com infraestrutura não demandam tanto planejamento. Não há necessidade de levar barraca, fogareiro, saco de dormir. A mochila servirá basicamente para carregar roupas e trecos de uso pessoal. E por isso a mochila não precisa ser grande. E digo mais, a duração da viagem não influencia muito no tamanho da mochila. Por exemplo, se o mochilão for de 10, 15, 20 dias você provavelmente terá que encontrar alguma maneira de lavar suas roupas. É muito melhor aumentar a periodicidade de ida à lavandeira do que carregar mais roupas, mais peso. Mas vai do estilo de viajar de cada um. Não há regra. Conheço pessoas que gostam de levar um mundo nas costas. Outras que se viram bem com poucas coisas.

 

Escolhendo a mochila de viagem

Qual tamanho de mochilão é ideal para a sua viagem? Se você é daqueles que “menos é mais”, deve, então, considerar comprar uma semicargueira (50 litros). Ela certamente vai dar conta do recado. Mas se você gosta de viajar com mais conforto, levando mais coisas, mais roupas, mais livros, mais tudo que for possível, cargueiras de 70/80 litros podem resolver o seu problema. Também é certo dizer que uma mochila de trekking pode ser perfeitamente utilizada numa viagem de mochião.

 

Continue lendo, mas talvez você se interesse também pelos seguintes artigos:

Seguro para viagem de aventura: já é hora de pensar em segurança

Turismo de aventura consciente: uma responsabilidade de todos

Viagem de aventura: é hora de falar de planejamento e riscos

O desafio e o sabor da superação ao ar livre

Trekking, uma metáfora para a vida

Diferença entre hiking e trekking

Sobre viagens e montanhas

O trekking e seus sentidos

 

É meu primeiro mochilão. E agora?

mochila-mochila%cc%83o

Se você é marinheiro de primeira viagem, recomendo mochilas com valores mais em conta. E o motivo é simples: você não sabe se vai gostar de viajar com a mochila nas costas. Evite prejuízo. Cargueiras encontradas na Decathlon, por exemplo, são excelentes para quem está dando os primeiros passos no mundo mochileiro. E também podem ser tranquilamente utilizadas nos primeiros trekkings. É uma mochila de entrada muito boa.

 

Sugestões de mochilas de viagem

Thule Versant Deuter Quantum 70+10 | Deuter Traveller 70+10

Osprey Xenith 88 | Curtlo Adventure 80 | Osprey Aether 85

Veja aqui mais mochilas de viagem

 

Fotos: shutterstock.com



Rafael Kosoniscs tem 32 anos, é paulista, publicitário, guia de turismo, blogueiro e estudante de jornalismo. É viciado em viagens de mochilão — seja em cidades ou em meio à natureza. Tem o montanhismo como paixão, sonha em dar a volta ao mundo e escrever um livro.


6 comentários em “A mochila ideal: saiba sobre mochilas de ataque, trekking e viagem

  1. Felipe Lima

    Olá Rafael, parabéns pela matéria.

    Me ajuda com uma duvida, vou fazer meu primeiro mochilão, Peru, Bolívia, Chile, média de 25 dias. Me indica uma mochila onde eu possa levar tudo e não passar perrengue, quantos litros vc me indicaria. Abraços!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *