Punta del Diablo – Um balneário alternativo no Uruguai

10098

Punta del Diablo foi uma grande surpresa na minha viagem para o Uruguai. O local é perfeito para quem gosta de destinos menos clichês. Sendo assim, considero o vilarejo passagem obrigatória para conhecer o lado alternativo do Uruguai.

Enquanto Punta del Este esbanja luxo, preço alto e requinte, Punta del Diablo expõe o lado B do país – e com paisagens tão bonitas quanto os tradicionais destinos, mas com alma mais simples, descolada, alternativa e com cara mochileira. E claro, com preços bem mais acessíveis.

 

Existe uma Punta muito mais interessante e acessível no Uruguai: a Punta del Diablo, um balneário que tem caído nas graças de muitos viajantes independentes.

 

Punta del Diablo - Uruguai

 

Punta del Diablo

Punta del Diablo é pequeno. O povoado é de aproximadamente 650 habitantes, formado basicamente de pescadores, artesãos e profissionais autônomos. Sabendo disso, dá para esperar uma praia tranquila, certo? Errado! A noite de Punta del Diablo é considerada uma das mais explosivas da costa uruguaia, já que em alta temporada a praia recebe turistas de todos os lugares do mundo, fazendo do lugar um dos mais badalados do país. Se a noite o clima é de festa e badalação, durante o dia a atmosfera tranquila volta a imperar.

 

Punta del Diablo é um vilarejo com muita personalidade e agrada todos os tipos de viajantes: mochileiros, casais, famílias e amantes de atividades ao ar livre.

 

Também é certo dizer que Punta del Diablo é um local de espírito jovem, destinado àqueles que curtem ambientes não tradicionais – é um balneário que não faz parte dos principais cartões-postais do Uruguai. Ainda bem!

Punta del Diablo - Uruguai

Punta del Diablo - Uruguai

Da mesma maneira que a noite de Punta del Diablo é agitada, ela também pode ser muito tranquila, já que as festas acontecem em locais próprios, mais precisamente em bares do centrinho da cidade.

 

Anote aí: A agitação em Punta del Diablo se inicia nos bares da Av. dos Pescadores, e começam a lotar a partir das 2h da manhã, horário de costume em todo o Uruguai. Mas não se esqueça, isso só acontece em época de alta temporada.

 

Continue lendo, mas talvez você se interesse pelos seguintes posts:

Cabo Polônio: A rústica e inóspita praia do Uruguai

Colônia del Sacramento: Um charmoso destino do Uruguai

Praça Independência: Múltiplas atrações sob a mira da estátua de José Artigas

 

Punta del Diablo - Uruguai

Punta Del Diablo, um vilarejo bipolar

Punta del Diablo só ganha volume de turistas na alta temporada, ou seja, nos meses de final de ano. O calor e o período de férias atraem turistas de todos os lugares do mundo, principalmente brasileiros, argentinos e chilenos.

No inverno, muita coisa muda em Punta del Diablo. Os barzinhos não abrem, alguns restaurantes “deixam de existir” e os hostels ficam vazios. Então, viajante, fora da alta temporada o vilarejo vira uma verdadeira cidade do velho oeste. E é o período de reforma dos estabelecimentos, hotéis, pousadas. E isso é de costume em todos os destinos praianos do Uruguai, principalmente os que fazem parte do Departamento de Rocha.

 

Arquitetura simples, rústica, planejada. Punta del Diablo surpreende a cada esquina. É uma verdadeira referência de como se deve viver. 

 

Afinal, de onde surgiu o nome “Punta del Diablo”?

Existem teorias distintas sobre a origem do nome Punta del Diablo, a mais lógica é de que, visto de cima, o litoral possui um recorte “similar” a um tridente. Mas dizem também que aquela região era muito “peligrosa” devido aos ataques de tubarões, aí deram esse nome. E há também a suposição de que o barulho produzido pelo vento assombrava o local, provocando um “uivo”, sendo chamado de voz do diabo. Em qual você vai acreditar?

Punta del Diablo - Uruguai

O sossego de Punta del Diablo

Punta del Diabo foi um lugar que mexeu bastante comigo. Fui pra lá com a cabeça cheia, inquieto, com problemas pessoais à flor da pele, e o lugar me trouxe uma paz desmedida. Talvez por ter ido para o balneário sem nenhuma expectativa, sem esperar nada. Na verdade, Punta del Diablo foi uma rota de fuga – e que acabou sendo uma fascinante surpresa. Naquele lugar, o vai e vem das águas esverdeadas é inspirador. Os telhados multicoloridos das cabanas enchem dos olhos, que parecem ter sido feitos propositalmente para causar um efeito poético, mas não, a poesia já é a natureza de Punta del Diablo. Nada ali foi criado com a intenção de causar nenhuma sensação forçada. Tudo é simples demais, rústico demais, apaixonante demais.

 

O charme de Punta del Diablo é inigualável. Encanta qualquer turista logo de cara, pela simplicidade e humanidade. O lugar é uma pequena vila de pescadores, e a maioria das pessoas se dedica ao artesanato e à pesca de tubarão. Apesar de Punta del Diablo não possuir grande infraestrutura – motivo real de seu encanto – o lugar tem tudo o que o viajante precisa: hostels, pousadas, mercadinhos, restaurantes e amizade garantida.

 

Existem diversas frases espalhadas pelos muros das casas – pintados despreocupadamente –, mas que convida o viajante à reflexão. Os barcos de pesca estão quase sempre deitados na areia, eles dão o toque especial na obra de arte. Seguramente Punta del Diablo é uma das maiores surpresas do Uruguai.

Punta del Diablo - Uruguai

 

As praias de Punta Del Diablo

Em Punta del Diablo existem 4 praias: Playa Grande, Playa del Rivero, Playa de los Pescadores e Playa de la Viuda. Essas três últimas são igualmente movimentadas, já que a Playa Grande – que separa Punta del Diablo de Santa Teresa – está mais isolada e por conta disso é menos frequentada.

 

Punta del Diablo é um local para se estacionar o carro e andar a pé. Tem que ir pra lá para sujar o pé de areia, mergulhar nas águas geladas, andar em todas as praias, curtir a atmosfera do lugar. 

 

Praia dos Pescadores (Playa de los Pescadores)

A Praia dos Pescadores, como o próprio nome sugere, é uma praia de pescadores (Rá). Está no coração de Punta del Diablo. É a mais frequentada. Podemos dizer que é a praia mais famosinha do lugar. É clássica. Perfeita para passar o dia, tomar sol, cerveja, cair no mar, passar horas. Na parte da manhã – para quem conseguir acordar –, é possível ver pesca artesanal, que é uma das práticas rotineiras dos moradores de Punta del Diablo. É também a praia de onde saem os barcos de pesca.

Punta del Diablo - Uruguai

 

Praia de Rivero (Playa Del Rivero)

A praia de Rivero é a mais calma de todas. E é uma das maiores também. E por possuir uma grande faixa de areia, é onde acontece vários esportes. O futebol é o preferido dos locais – e também dos turistas, já que a maioria é da América do Sul. Então, é comum ver “peladas” no final da tarde, assim como jogos de vôlei, frescobol. Vale a pena passar por lá, seja de manhã, tarde ou noite. É uma praia que merece ser visitada.

Punta del Diablo

 

Praia da Viúva (Playa de la Viuda)

A Praia da Viúva é a preferida de muita gente. É a mais badalada, mais jovial e favorita de quem aprecia boa comida É uma praia recheada de pousadas, algumas bastante chiques, estilosas e de paredes de vidros. Essa praia é boa pedida para tomar uma cerveja no final do dia, possui ótima paisagem – e é onde as pessoas se encontram para admirar o pôr do sol. De noite, os restaurantes ganham vida, sempre com um ambiente aconchegante e descontraído. Muitos vão à praia para conversar e caminhar beira-mar.

Punta del Diablo

 

Praia Grande (Playa Grande)

Acredito que muitos vão a Punta del Diablo e deixam de visitá-la É uma praia quase deserta e sem grandes comércios. Essa praia é perfeita para ficar à toa, pensar na vida e ler um livro. Ela traz paz e a tranquilidade de Punta del Diablo. Embora seja a praia mais distante do centrinho do vilarejo, vale a pena andar um pouco mais para conhecê-la.

Punta del Diablo

 

A melhor época

Assim como as demais praias do Uruguai, a melhor época para aproveitar Punta del Diablo é no verão. No inverno muitas hospedagens ficam fechadas. Ou seja, fora de época a infraestrutura da cidade deixa a desejar. Além do mais, no inverno se venta muito na região, e qualquer passeio pode ser prejudicado. Fora que não dá para curtir praia em época de frio. Ir na primavera também é uma excelente escolha, período de temperaturas amenas. Nem frio, nem calor.

Punta del Diablo

 

Punta del Diablo é cercada por pedras, é uma vila que morre no mar, que não tem para onde ir. É um lugar que foi escolhido a dedo – sabe-se lá por quem. 

 

Restaurantes e mercados

Existe uma variedade de restaurantes e pubs em Punta del Diablo, a maioria segue o estilo praiano e rústico. De modo geral, não são tão baratos. Mas para ajudar, existem alguns mercadinhos e quitandas com valores bem mais em contas.

Punta del Diablo

 

Hospedagem em Punta del Diablo

A praia é recheada de hostels e também de casas para alugar, além de possuir diversos campings e cabanas. Antes de reservar seu hostel, veja no mapa a sua real localização, porque muitos ficam um pouco distantes da praia. As ruas em Punta del Diablo são denominadas por números – a grande maioria –, então a de menor algarismo estará mais próxima da orla. Deu para entender?

Confira todas as hospedagens de Punta del Diablo pelo Booking: Veja aqui!

Me hospedei no hostel A Casa de Las Boyas e achei bem legal, mas mesmo assim, separei outros dois hostels interessantes, veja só:

 

Hostel Casa de Las Boyas

casa-de-las-boyasFoi este hostel que fiquei. E gostei muito. Esta do ladinho da praia, basta 2 minutos de caminhada para pode sujar o pé de areia. Este albergue é bem maneiro, possui um deck amplo com espreguiçadeiras e vista privilegiada para a praia, dispõe de piscina pequena – mas muito boa–, quartos com varanda (todos muito bem arrumados e organizados) e vista para a Praia El Rivero. O WiFi gratuito é gratuito (um pouco instável). Para quem surfa, é possível alugar pranchas no local. Veja a hospedagem no Booking!

Confira também o review do hostel Casa de las Boyas.

 

Nativos

nativos-hostelA Nativos fica na Praia da Viúva (Playa La Viuda). Mas também é uma hospedagem pé de areia, fica a 2 minutos a pé da praia – 50m da areia e também da avenida principal. A propriedade oferece Wi-Fi gratuito e um solário Além disso, conta também com um jardim e cadeiras de praia. O centrinho comercial fica a apenas 200 metros da hospedagem. Está em ótimo local. Veja a hospedagem no Booking!

 

El Diablo Tranquilo

el-diabo-tranquiloEste é um hostel que me chamou muito a atenção. É lindão. Fica ao lado da praia de Rivero – mais ou menos 200m. É um albergue avarandado, estiloso e com decoração rústica. e WiFi. Aulas de surf e passeios a cavalo podem ser providenciadas no local. Nas redes do local acontecem os encontros dos hóspedes. Veja a hospedagem no Booking!

 

Punta del Diablo

 

Embora esteja no nível do mar, Punta del Diablo é bem servida de subidas e descidas. E no vai de vem, no sobe e desce é possível admirar inúmeros telhados coloridos. As cores se confundem com o mar. É um lugar inspirador. Se não bastasse isso, muitos muros do vilarejo possuem escritos de reflexões e poesias. Apaixonante.

 

Como chegar em Punta del Diablo

 

Do Brasil até Punta del Diablo

De carro: Punta del Diablo fica a apenas 42 quilômetros da fronteira com o Brasil. Fácil de achar. E se chega pela BR 471, onde encontra Chuy, cidade fronteira. Depois disso, só seguir pela Rota 9 (Km 298) até a entrada de Punta del Diablo.

De ônibus: É possível ir para Chuí a partir de Porto Alegre. E de lá, pegar um ônibus para Montevidéu – já que ele passe pela entrada da Punta del Diablo. Mas também há ônibus que vai direto para Punta, basta se informar na rodoviária de Chuí.

 

Chuy = lado uruguaio | Chuí = lado brasileiro

 

Importante: Carteira de motorista (CNH) não é válida como documento de identidade fora do país. Portanto, leve o RG.

 

De Montevidéu até Punta del Diablo

De Montevidéu (de carro): Deve-se pegar a Rota Interbalneária até a Rota 9, depois disso, pegar a saída do km 298, que dá acesso à praia.

De Montevidéu (de ônibus): No terminal Tres Cruces – único terminal da capital – partem ônibus para Punta Del Diablo. Três empresas fazem o trajeto, não somente de Montevidéu, mas de praticamente todas as praias do Uruguai até Punta Del Diablo, são elas: COT, Rutas Del Sol e Nunez/Cynsa.

Punta del Diablo

Punta del Diablo

Este post te ajudou a clarear as ideias? Espero que sim! 🙂 Se quiser, deixe seu comentário abaixo.

 



Rafael Kosoniscs tem 32 anos, é paulista, publicitário, guia de turismo, blogueiro e estudante de jornalismo. É viciado em viagens de mochilão — seja em cidades ou em meio à natureza. Tem o montanhismo como paixão, sonha em dar a volta ao mundo e escrever um livro.


10 comentários em “Punta del Diablo – Um balneário alternativo no Uruguai

  1. marcelo cristianini

    Estive em punta (quarta vez) agora em março..e olha mesmo nao sendo alta temporada vale a pena pesquis bastante…pois nessa ocasiao o melhor foi pousada Nativos……
    Rafael valeu …realmente punta e incrivel…

    Reply
  2. fabiula

    Ola rafael, vou fazer um mochilao que td indica que seja do dia 18/07 a 26/07 pela costa do uruguai.
    como é inverno la poderia me dar algumas dicas.
    vou comecar por punta del diablo e termino em colonia del sacramento.
    agradeço desde ja

    Reply
  3. roberto kobiski

    Estive a pouco tempo dia 12 de 09.2017 em punta del diabo a caminho de montevideo. Dista de chui a 28 km uns 20 minutos de carro. Nos hospedamos em 4 pessoas dois casais, no hostel das boias, muito bom recomendo, mas passamos a noite sozinhos nos quartos porque a recepcionista sumiu a noite toda, saimos as 6 da manha e nao tinha ninguem, mas o hostel é bom, quartos limpos, wi.fi, e sem tv, mas recomendo para quem nao quer muito chique.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *