Praia da Sumaca, a pequena faixa de areia da Juatinga

3542

Conheci a Praia da Sumaca durante o trekking da Juatinga. Fiz essa clássica travessia entre dezembro de 2016 e janeiro 2017. Percorri aproximadamente 60km, com início no Saco do Mamanguá e término na Vila Oratório, após a Praia do Sono, em Paraty, Rio de Janeiro. 

A Praia da Sumaca faz parte do conjunto de praias da Reserva da Juatinga. E toda sua orla não passa de um pedaço de praia, mas é das mais bonitas da região. Assim como Cairuçu das Pedras, a Sumaca também é uma verdadeira surpresa. Ela se esconde entre montanhas e se perde entre a vegetação da Mata Atlântica, sendo um ponto de passagem para quem pretende conhecer o Farol da Juatinga, que se dá a partir da Praia Martim de Sá. Mas muitos vão pra lá para ficar no sossego e na tranquilidade que a praia proporciona. 

 

A Praia da Sumaca é discreta, está longe de ser a mais badalada e frequentada da Reserva da Juatinga, fato que faz dela um lugar perfeito para quem não curte muvuca e ideal para quem realmente gosta de sol e mar.

 

Praia da Sumaca - Reserva da Juatinga

Praia da Sumaca – Reserva da Juatinga

 

Praia da Sumaca

A Praia da Sumaca tem tudo que um viajante nada exigente precisa. É um lugar simples, rústico e essencialmente natural. É ótimo destino de viagem para quem aprecia locais isolados e de baixo custo. Ao contrário de muitas outras praias da Reserva da Juatinga, a Sumaca se limita a apenas um único camping – do Seu Manequinho –, onde também existe uma vendinha/bar que serve café da manhã e almoço aos viajantes. O preço é camarada.

Praia da Sumaca - Reserva da Juatinga

A tranquilidade da praia só é abalada quando algum barco se aproxima da orla. E é algo que acontece com certa frequência, porque que muitos vão pra lá a partir de Paraty. Mas, por possui apenas um camping, a Sumaca nunca fica lotada. E acampar na praia não pode, só no camping mesmo, o que impõe certo limite de pessoas. 

Praia da Sumaca - Reserva da Juatinga

A pequena praia isolada tem diversas pedras espalhadas pela orla. Redes compõem o visual juntamente com balanços formados de corda e pneu. Seu Manequinho é o guardião da parada toda, faz o papel de dono. Além do seu pequeno barraco, há também uma casa de alvenaria e outra feita de bambu. O restante do cenário é formado de gigantes árvores, fornecendo sombra de sobra pra quem não gosta de ficar tostando no sol.

Praia da Sumaca - Reserva da Juatinga

 

Infraestrutura

A Praia da Sumaca não é uma praia tão fácil de chegar, embora seja perfeitamente acessível. E a infraestrutura é coerente com o lugar e reflete toda a simplicidade da região. A praia possui camping, banheiro, chuveiro frio (não possui energia elétrica). Almoços podem ser comprados no local, mas o camping possui espaço para cozinhar, sendo assim, é importante levar fogareiro e comida.

Praia da Sumaca - Reserva da Juatinga

Praia da Sumaca - Reserva da Juatinga

Praia da Sumana - Reserva da Juatinga

 

De barco ou por trilha?

De barco é a maneira mais fácil de se chegar à Praia da Sumaca. Do porto de Paraty saem diversas lanchas para as praias da Juatinga, mas nem todo mundo faz esse trecho. É importante pesquisar no local. Também pode acontecer de ter que pegar dois barcos. O primeiro até Praia Grande ou Pouso da Cajaíba. E o segundo até a Praia da Sumaca. O tempo total do trajeto é de aproximadamente 1h.

Praia da Sumaca - Reserva da Juatinga

Por trilha é maneira mais roots. A Praia da Sumaca foge um pouquinho do tradicional circuito de trekking Juatinga, isso porque ela fica levemente fora de mão, mas nada que algumas horas de caminhada não resolva. A Sumaca está a cerca de três horas do Pouso de Cajaíba, mas já vi gente fazer o percurso em cinco horas. Ou seja, depende totalmente do ritmo de cada pessoa. Dá pra ir pra lá a partir de Martim de Sá, com duração de aproximadamente duas horas.

 

Muitos ficam nas praias próximas, Martim de Sá e Pouso de Cajaíba – onde tem maior infraestrutura – e passam apenas o dia na Praia da Sumaca. É também uma boa pedida.

 

Praia da Sumaca - Reserva da Juatinga

 

Quanto custa

Barco: A partir de Paraty ou Paraty-Mirim sai aproximadamente R$ 100 por pessoa. Ou R$ 50,00 cada trecho (por pessoa também). 

Camping na Praia da Sumaca: diária de R$ 20 por pessoa.

Peéfe: R$ 25 por pessoa.

Praia da Sumaca - Reserva da Juatinga

 

Reserva Ecológica Estadual da Juatinga

Tradicionalmente chamada de Juatinga, a área da Reserva possui aproximadamente 8 mil hectares – isso equivale a 8 mil campos de futebol – e abriga doze núcleos de ocupação de populações tradicionais (vilas caiçaras), que se espalham ao longo da Juatinga. Essas comunidades vivem da pesca artesanal, agricultura e um pouco do turismo (atividade recente). A fauna e flora também são as grandes atrações da região – juntamente com as praias –, a vegetação é composta da Mata Atlântica e possui aproximadamente 10 mil espécies de plantas, destacando-se, também, a mata higrófila, a mata de restinga e manguezal.

Paraty é a cidade mais próxima, sendo ponto base de apoio para as comunidades. O acesso é limitado a barcos ou trilhas. E o monitoramento da Reserva da Juatinga é feito pelo Inea, que atualmente está com um projeto de reordenamento turístico na área (principalmente capacidade de carga de pessoas), visando assegurar a sustentabilidade ambiental, a qualidade da experiência dos visitantes e a manutenção da qualidade de vida da população local.

Praia da Sumaca - Reserva da Juatinga

  

Mapa da Juatinga

 

Seja um viajante consciente

  • Acampe somente em áreas autorizadas (campings);
  • Consuma refeições locais e contribua com a economia da região;
  • Não faça fogueiras;
  • Jogue lixo nas áreas determinadas;
  • Respeite os costumes e tradições caiçaras.

Praia da Sumaca - Reserva da Juatinga

 

O que você precisa saber 

  • O lugar não tem energia elétrica;
  • Aceita somente dinheiro vivo;
  • Não existe qualquer meio de comunicação;
  • Tem que levar barraca;
  • Permitido armar rede;
  • Leve água ao fazer as trilhas;
  • Para se chegar de trilha demora alguns dias (mínimo de 3 dias a partir da Praia Grande);
  • Dá pra ir a pé em algumas horas a partir do Pouso de Cajaíba e Praia Martim de Sá;
  • Trilha de nível moderado/difícil;
  • Levar protetor solar e repelente.

 

Tracklog

O tracklog para se chegar a Cairuçu das Pedras está disponível no Wikiloc.



Rafael Kosoniscs tem 32 anos, é paulista, publicitário, guia de turismo, blogueiro e estudante de jornalismo. É viciado em viagens de mochilão — seja em cidades ou em meio à natureza. Tem o montanhismo como paixão, sonha em dar a volta ao mundo e escrever um livro.


2 comentários em “Praia da Sumaca, a pequena faixa de areia da Juatinga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *